Governança

Do gerenciamento à governança em cinco partes – 4/5

As PARTES 11, 22 e 33 traçaram a história evolutiva da TI e de sua gestão, classificando a evolução funcional e a evolução tecnológica no período compreendido entre 1960 a 2000.

 
Agora, vamos ver que dessas mudanças e de seu entendimento surgiram modelos de gestão direcionados à TI, especializados em administrar um campo ainda recente da atividade humana.
 
Boa leitura!
 
PARTE 4

Metodologias de Gerenciamento

 

O Gerenciamento de Serviços de TI abrange completamente o Gerenciamento da Infraestrutura de TI, porém, de forma mais ampla, já que passa a olhar para fora dos domínios da tecnologia

A evolução entre Gerenciamento de Infraestrutura de TI e Gerenciamento de Serviço de TI caracterizou-se pela colocação da entrega de serviços no centro do gerenciamento da TI. Esse processo, que levou vinte anos, iniciou-se formalmente na década de 1980 com o estabelecimento de metodologias de gerenciamento de sistemas (IBM ISMA e ITIL). Tais metodologias fomentaram o surgimento de variações adaptadas e aperfeiçoadas de seus princípios, que ao longo da década de 1990 resultaram nas metodologias focadas em serviço (HP ITSM, MOF e BS15000)4 (Figura 3).

image
 
Dos dois modelos iniciais, o que se teve aceitação plena no mercado foi o ITIL, talvez por não estar vinculado a uma plataforma,  como foi com o IBM ISMA.
 
O estabelecimento das metodologias focadas em serviços por sua vez adaptaram-se para um modelo completamente alinhado ao  negócio, ajudando as organizações a passarem pelo período de transição entre Provedor de Serviços e Parceiro Estratégico, ou seja, de Gerenciamento de Serviços de TI para Governança da TI. Essa nova etapa foi possível porque o foco no serviço sobrepôs-se aos domínios técnicos do gerenciamento da infraestrutura.
 
[O Gerenciamento de Serviços de TI é] um conjunto de processos que cooperam para garantir a qualidade dos serviços de TI, de acordo com o nível de serviço acertado com o cliente. Isso sobrepõe-se aos domínios de gerenciamento tais como gerenciamento de sistemas, gerenciamento de redes, desenvolvimento de sistemas e sobre muitos domínios de processos como gerenciamento de mudança, gerenciamento de ativos e gerenciamento de problemas.5
 
Dessa forma, entende-se que o Gerenciamento de Serviços de TI abrange completamente o Gerenciamento da Infraestrutura de TI, porém, de forma mais ampla, já que passa a olhar para fora dos domínios da tecnologia. O mesmo não ocorre com o processo evolutivo que leva à Governança da TI, pois nesse caso as metodologias se complementam, interfaceando os domínios da TI com os domínios do negócio, ou seja, enquanto a TI é gerenciada por um conjunto de processos que cooperam para garantir a qualidade de seus serviços, o negócio é direcionado com o apoio da TI  com base nas diretrizes da governança corporativa.
 
Enquanto o domínio do Gerenciamento da TI foca no fornecimento eficiente e eficaz de produtos e serviços de TI e no gerenciamento de suas operações, a Governança da TI encara um duplo papel de (1) contribuir para a operação e a performance do negócio, e (2) transformar e posicionar a TI de encontro aos desafios futuros do negócio.6
 
 
Peterson sugere que o Gerenciamento de Serviços de TI é de caráter interno e presente, enquanto que a Governança da TI é de caráter externo e futuro, conforme a demonstração gráfica (Figura 4).
 
image
 
 
A respeito das metodologias de gerenciamento, destacaram ITIL e BS 15000, esse último posteriormente transformado em padrão ISO/IEC 20000.
 

Referencias

  1. Do Gerenciamento à Governança em 5 partes – 1  
  2. Do Gerenciamento à Governança em 5 partes – 2  
  3. Do Gerenciamento à Governança em 5 partes – 3  
  4. SALLÉ, Mathias. IT Service Management and IT Governance: Review, Comparative Analysis and their Impact on Utility Computing. HP Laboratories. Palo Alto, 2004.  
  5. YOUNG apud SALLÉ, 2004, p. 2  
  6. PETERSON, 2003 apud SALLÉ, 2004, p. 2  
Cleber Sousa

Comentários

Deixe uma resposta