Escopo Projeto

Benchmarking em gerenciamento de projetos

A competitividade mundial cresceu acentuadamente nos últimos anos, forçando as empresas a terem um contínuo aprimoramento de seus processos e resultados, almejando ofertar produtos e serviços de alta qualidade com baixo custo e atingir uma posição de liderança no mercado. Diante desta necessidade de maximização da performance empresarial, surgiu o benchmarking, que  é uma das mais antigas ferramentas de gestão que ganhou forças nos Estados Unidos da América.

Benchmarking é uma técnica que consiste em observar processos de uma organização corrente ou não, classificadas como líderes nas práticas e processos em que se deseja melhorar, com o intuito de trocar experiências para a melhoria dos processos de trabalho. Como dizem muitos especialistas, “Fazer benchmarking é comparar para crescer”.

O Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos Brasil é resultado do trabalho integrado de todas as seções brasileiras do PMI e representa a mais importante referência disponível sobre o mercado brasileiro de gerenciamento de projetos, para profissionais, organizações, universidades e estudantes de todo o país.

Em 2011 o Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos atingiu a sua maturidade e se tornou internacional e adotou um novo nome: PM SURVEY.ORG. Há vários países participantes deste estudo.

Dessa forma, podemos conhecer a situação do mercado brasileiro em relação práticas em gerenciamento de projetos e compará-las com as práticas de outros países do mundo.

Benchmarking é um processo contínuo e sistemático para medir e comparar processos organizacionais. As Organizações que participam deste processo têm a oportunidade de compartilhar informações e experiências que podem ajudá-las a agir para melhorar seu desempenho, respondendo a perguntas como: Estamos adotando as melhores práticas? Nossos processos são eficientes em relação aos das Organizações de nosso setor?  Dentre os diversos benefícios fornecidos por um estudo de benchmarking é possível citar:

  • O estímulo à mudança e a busca por melhorias em processos e práticas;
  • A fundamentação de ações internas a partir de comparações externas;
  • A reflexão da organização com referência aos seus indicadores de desempenho e suas práticas de trabalho;
  • O auxílio na definição de metas estratégicas e operacionais.

O Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos Brasil tem por objetivo apresentar um perfil de importantes setores da economia, no que diz respeito à Gerenciamento de Projetos, oferecendo:

  • Estatísticas sobre práticas de Gerenciamento de Projetos utilizadas;
  • Nível de adequação dos setores da economia às melhores práticas;
  • Ferramentas e técnicas mais utilizadas;
  • Perspectivas e tendências em Gerenciamento de Projetos.
  • Nível de resistência das organizações e o apoio da alta administração a gerenciamento de projetos;
  • Tipo de estruturas organizacionais utilizadas;
  • Quais são os profissionais dedicados a liderar projetos e qual é o seu percentual de dedicação aos projetos;
  • Principais habilidades necessárias e valorizadas no gerenciamento de projetos;
  • Principais deficiências dos gerentes de projetos nas organizações;
  • Nível de utilização de processos para monitoramento do portfólio;
  • Quais são as práticas utilizadas na gestão de portfólio;
  • Quais são as atividades mais executadas pelos PMOs;
  • Os principais motivos que levam ao fracasso na implantação de um PMO;
  • Dentre outros assuntos.

É importante ressaltar que o estudo não é uma pesquisa acadêmica, seus resultados devem ser interpretados como uma indicação sobre como as organizações vêm trabalhando o tema gerenciamento de projetos.

Muitas dúvidas podem aparecer no início de um projeto de implantação um novo sistema ERP, por exemplo. Dúvidas como: Será que sistema pode ser customizado de acordo com as necessidades da minha empresa? Quais são as limitações do sistema? Como é o visual do sistema? Quais são as opções de relatórios? Que tipo de relatório pode ser customizado para minha empresa? O que fazer nessas horas? BENCHMARKING.

Vale ressaltar que a utilização dessa prática não é copiar o que a concorrência ou outra empresa está fazendo, mas sim aprender por meio de observação e comparação das melhores práticas. Além disso, precisamos lembrar que benchmarking não é uma ação isolada ou um livro de receita ou instruções. Benchmarking é um processo continuo e estruturado de aprendizagem através de análise e observação de processo e melhores práticas.

Alexandre Cafure

Comentários

7 thoughts on “Benchmarking em gerenciamento de projetos”

  1. Boa tarde Alexandre,

    Não estou conseguindo acessar a página http://pmsurvey.org/, parece que não está mais acessível, sendo assim solicito ajuda com informações mais recentes de como conseguir os últimos Benchmarking em Gerenciamento de Projetos. Existe um outro canal para conseguir estas pesquisas? Caso você tenha estas pesquisas, poderia me enviar por e-mail? Estou trabalhando meu TCC em Gestão de Projetos e estas pesquisas são importante fonte de informações.

    Grato,

      1. Fica complicado para quem precisa fazer algumas análises. Já tinha utilizado o PMSURVEY em outra ocasião e neste ano estou realizando uma análise mais atualizada e em outra área de atuação, com a ferramenta era possível realizar filtros e obter resultados mais expressivos, sem a mesma fica difícil realizar um estudo, prejudicando a todos. O pior é ver que o site está off mesmo, sem nada, parece que apagaram do mapa.

        PM Survey

        Lamentável. :/

Deixe uma resposta