Agile Artigos Eventos Ferramentas PMI PRINCE2 Projeto

Ágil X Tradicional = PROJETOS HÍBRIDOS

Definição

O termo projetos híbridos não é novidade, mas com o surgimento e desenvolvimento de várias metodologias, “frameworks”, boas práticas no segmento de gerenciamento de projetos, vem se tornando um termo cada vez mais comum, quando as empresas começam a entender que combinar “features” que agreguem valor ao processo, pode ser bastante vantajoso.

E é esta a definição simples de Projetos Híbridos: quando se consegue combinar pelo menos duas metodologias ou sistemas diferentes para criar um modelo novo e melhor. Como disse anteriormente, o mundo de gerenciamento de projetos é abundante em metodologias, do método Tradicional (Waterfall) para o Ágil (Agile), do PRINCE2 para PMBOK, Lean, Six Sigma e a lista continua.

E este é um caminho natural para quem procura maneiras melhores e mais eficientes de levar um projeto à conclusão. Novas metodologias são criadas justamente para desafiar os modelos anteriores, e isto fica evidente quando alguns profissionais tratam determinadas metodologias com tanta veemência, acabam parecendo fanáticos clubísticos, defendendo que uma metodologia é melhor que a outra, como uma disputa Flamengo x Vasco, Corinthians x Palmeiras, Grêmio x Internacional.

Contudo há outros não tão fanáticos assim, que acreditam que pode haver sinergia na combinação de aspectos, características, ferramentas e métodos entre novas e tradicionais boas práticas, convergindo para um novo modelo mais eficiente, ou que pelo menos atenda melhor o desenvolvimento de um determinado projeto. Aqueles que vão por este caminho híbrido, possuem um “mindset” mais aberto para interpretar e buscar novos caminhos, e aceitam a fluidez dos projetos, permitindo uma abordagem mais dinâmica ao trabalho.

Quando você começa a olhar acima do seu próprio muro e entender que determinados aspectos de uma boa prática, podem ser aplicados em um projeto completo ou em determinado aspectos específicos do seu projeto, quebrando seu próprio paradigma, você verá que novas perspectivas se abrirão. Afinal, quanto mais maneiras você tiver para abordar um problema, melhor será a chance de o resolver.

Mas qual usar?

Bom, existem muitas maneiras de criar um modelo ou aproveitar uma característica aqui e ali de uma determinada metodologia, até porque, existem várias metodologias, dependendo do seu país de origem e até do segmento de mercado.

Na Inglaterra por exemplo a metodologia mais popular é PRINCE2, enquanto que nos EUA, a maioria dos GPs seguem o PMBOK, e em ambos os casos, seguem ao método CASCATA (Waterfall), também conhecido como tradicional, normalmente utilizados para grandes projetos de infra-estrutura, construção, fabricação, etc.

Já o ambiente Ágil, desenvolvido para um desenvolvimento altamente flexível, é um grande guarda chuva, e aí nós podemos incluir frameworks como o Scrum, XP, ASD, FDD, Kanban, Lean, Crystal, DSDM etc., se tornando tão popularizada, que deixou de ser utilizada exclusivamente para desenvolvimento de software, para ser aplicada desde processos seletivos de RH à produção de alimentos, etc.

Diante de tanta diversidade, seria leviandade distinguir um modelo definitivo, o que temos que fazer é olhar para o futuro e deixar de pensar em gerenciamento de projeto como um processo estático. As ferramentas estão aí, e dominar mais do que uma delas sempre será benéfico para poder vislumbrar novas aplicações de antigos métodos.

Conclusão

Em tempos de Inteligência Artificial (AI), Big Data, Industria 4.0, é necessário que o gerenciamento de projetos também se modernize e acompanhe as mudanças, se adaptando para que não deixe de agregar valor, e se o profissional não acompanhá-las, poderá ficar para trás. Em se tratando de projetos híbridos, nós como profissionais de projeto, temos a oportunidade de visualizar novas possibilidades e alternativas para o gerenciamento de projeto, que podem trazer benefícios para o futuro.

E é com este propósito que convido-o a participar de uma Web Aula no dia 05 de dezembro de 2017, onde falarei sobre o tema, com a demonstração de uma proposta de modelo híbrido. Espero vocês lá.

Como participar?

Eventbrite - Webaula: Ágil X Tradicional = PROJETOS HÍBRIDOS

Data: 05/12/2017

Horário: 20:00 (horário de Brasília)

Vale 1 PDU

Edilson Barros, PMP on EmailEdilson Barros, PMP on Linkedin
Edilson Barros, PMP

Engenheiro Mecânico, com MBA em Gestão por Projetos e Gestão Empresarial pela FGV, além de Pós Graduação em Engenharia de Petróleo e Gás pela FUNCEFET. Experiência como Gerente de Engenharia em Indústrias Multinacionais, com foco em desenvolvimento de produtos e transferência de tecnologia, nos últimos anos atuando como Gerente de projetos nacionais e internacionais, relacionados ao fornecimento de equipamentos para os setores de Petróleo e Gás, Saneamento, Indústria Química e outros diversos setores.


Comentários

Deixe uma resposta