Carreira

O “C-Level” nas empresas

Já ouviu alguma sigla do “C-Level” nas empresas? Hoje em dia a adoção de termos em inglês por parte das empresas é algo cada vez mais comum e o universo corporativo conta com uma linguagem própria. Utilizá-la adequadamente, além de demonstrar conhecimento, evita situações embaraçosas, constrangimentos e mal entendidos, muitas das expressões e siglas que você já encontrou no mercado (e que você teve de pesquisar depois para entender) tornaram-se bastante comuns quando o assunto são diretores de grandes empresas. Cada sigla designa um cargo distinto, mas, afinal, você sabe o que as siglas do mundo corporativo querem dizer?

As nomenclaturas representam o chamado ‘nível C’ (do inglês C-Level ou C-Suite), devido à primeira letra destas siglas, que significa a palavra “chefe” (ou Diretor). O significado completo é “Chief ______ Officer”, com o espaço em branco representando a área da empresa que a pessoa chefia, então, quando se deparar com alguma sigla do tipo, saiba que se trata do “big-boss” de determinada área de uma empresa.

Para esclarecer algumas de suas dúvidas, conheça abaixo o significado das principais denominações de cargos do chamado C-level (ou “nível C”, em português) de diversas áreas em uma organização, aqui no Portal Projetos e TI você tem a relação mais completa destas siglas:

CEO (Chief Executive Officer)

Além da sigla mais famosa no meio, o cargo de diretor geral ou presidente da empresa, é o cargo que está no topo da hierarquia operacional, por já ter sido o cargo de figuras muito importantes do mundo dos negócios, como Steve Jobs, hoje substituído por Tim Cook na Apple, e Steve Ballmer na Microsoft.  Pode ser considerado também o ‘poderoso chefão’ de uma companhia, mas deve responder ao quadro de diretores. O CEO tem um altíssimo nível de poder e autonomia. É responsável pelas principais decisões estratégicas e pelo andamento do negócio como um todo.

CIO (Chief Information Officer)

Este aqui eu considero como o braço direito do CEO de qualquer empresa, afinal o Diretor de Tecnologia da Informação (TI), fica responsável por todas as áreas de informática de uma empresa. A diferença entre o CTO e o CIO é que o primeiro desenvolve tecnologia para vendas, enquanto o CIO tem a responsabilidade de implantar e dirigir a manutenção dos sistemas de informação utilizados pela companhia. Faz escolhas estratégicas entre distintos tipos de tecnologia da informação e armazenamento de dados, buscando obter os melhores resultados.

CTO (Chief Technical Officer)

O Diretor Técnico é uma posição de nível executivo em uma empresa ou outra entidade cuja ocupação é focada em questões científicas e tecnológicas dentro de uma organização.. Também atua em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D).

COO (Chief Operation Officer)

No quesito coordenação das ações dentro de uma empresa o Diretor de Operações, é uma espécie de braço direito (olhos – consideração minha) do CEO e responsável por cuidar de perto do negócio e das rotinas da empresa.  O COO tem como principal função cuidar das operações da empresa, verificando o alcance de metas, produtividade, qualidade, resultados financeiros, etc. Como é ele quem cuida mais de perto do andamento das atividades, o CEO tem mais tempo para as questões estratégicas da empresa. Dependendo da empresa, pode até carregar o título de presidente.

CFO (Chief Financial Officer)

Esta sigla denomina a pessoa responsável pelas finanças da empresa, o Diretor Financeiro, é o profissional que comanda a administração e planejamento financeiro da empresa, ele comanda as finanças da empresa e controla as metas, objetivos e orçamentos. O CFO responde por todo o controle dos recursos financeiros da companhia, seus fluxos e resultados, além de dirigir os investimentos. É ele também quem se responsabiliza pelas informações financeiras fornecidas a todas as áreas da empresa e aos investidores, além de supervisionar o capital da companhia.

CHRO (Chief Human Resources Officer)

Um Diretor de Recursos Humanos (CHRO) é um oficial corporativo que supervisiona todos os aspectos da gestão de recursos humanos e políticas de relações industriais, práticas e operações para uma organização. Títulos de cargos semelhantes incluem: Diretor de Pessoas, Diretor de Pessoal, Vice-Presidente Executivo de Recursos Humanos e Vice-Presidente Sênior de Recursos Humanos.

CRO (Chief Risk Officer) ou CRMO (Chief Risk Management Officer)

O Diretor de Risco de uma corporação é o executivo responsável por permitir a governança eficiente e efetiva de riscos significativos e oportunidades relacionadas a uma empresa e seus diversos segmentos. Os riscos são comumente classificados como estratégicos, reputacionais, operacionais, financeiros ou relacionados com a conformidade. Os CROs são responsáveis perante o Comitê Executivo eo Conselho por permitir que a empresa faça o balanço entre o risco e a oportunidade. Em organizações mais complexas, eles geralmente são responsáveis pela coordenação da abordagem Enterprise Risk Management (ERM) da organização.

Mas não existem somente estas siglas no “C-Level” há ainda várias outras siglas que são menos utilizadas, e não menos importantes que determinam cargos de alta importância. Em alguns casos a mesma sigla se refere à posições distintas como:

CMO (Chief Marketing Officer)

O Diretor de Marketing, é o executivo responsável por atividades de marketing em uma organização. Na maioria das vezes, a posição reporta ao CEO. O CMO é também o “Diretor de influência” da empresa.

CCO (Chief Creative Officer)

O Diretor Criativo é a posição mais elevada do ranking da equipe criativa dentro de uma empresa, dependendo do tipo de empresa, essa posição pode ser responsável pela aparência geral do marketing, mídia e branding associados à organização. O CCO também pode ser encarregado de gerenciar, desenvolver e liderar a equipe de diretores criativos, diretores de arte, designers e copywriters.

CDO (Chief Design Officer)

O Diretor de design é um título corporativo às vezes dado a um executivo encarregado das iniciativas de design de uma organização. O CDO é tipicamente responsável por supervisionar todos os aspectos de design e inovação dos produtos e serviços de uma empresa, incluindo design de produto, design gráfico, design de experiência do usuário, design industrial e design de pacote. Eles também podem ser responsáveis por aspectos de publicidade, marketing e engenharia.

CCO (Chief Communications Officer)

O Diretor de Comunicação, é o líder de comunicação corporativa e responsável pelas relações da empresa com a imprensa, os clientes e a comunidade, ele é o chefe de comunicações, relações públicas e / ou assuntos públicos em uma organização. Normalmente, o CCO de uma corporação envia relatórios para o CEO. O CCO pode ter um grau académico em comunicações.

CCO (Chief Content Officer)

O Diretor de conteúdo é um executivo responsável pela criação de mídia digital e publicação multicanal do conteúdo da organização (texto, vídeo, áudio, animação, etc.) Geralmente, o CCO é um cargo executivo ou um cargo de vice-presidente sênior, normalmente reportando-se ao diretor executivo ou ao presidente da organização. Em uma organização de radiodifusão, o CCO é geralmente o membro criativo de maior classificação da organização.

CLO (Chief Legal Officer)

O Diretor jurídico, é o responsável por proteger legalmente a empresa e deve garantir que as estratégias da companhia atendam as questões jurídicas, normas legais e afins. Em uma empresa, a pessoa que ocupa o cargo normalmente reporta diretamente ao CEO e suas funções envolvem supervisionar e identificar as questões legais em todos os departamentos e sua inter-relação, incluindo engenharia, design, marketing, vendas, distribuição, crédito, finanças e recursos humanos , Produção, bem como governança corporativa e política de negócios.

CAO (Chief Academic Officer)

O Diretor acadêmico, assume comando de assuntos acadêmicos em uma instituição de ensino.

CAO (Chief Administrative officer)

Um Diretor Administrativo é responsável pela administração administrativa de corporações privadas, públicas ou governamentais e o chefe de fato da organização.

CPO (Chief Product Officer)

O Diretor de produtos, as vezes designado como Diretor de produção, é um título corporativo referindo-se a um executivo responsável por várias atividades relacionadas a produtos em uma organização, especialmente uma corporação. Na maioria das vezes o diretor executivo comanda as atividades relacionadas aos produtos da companhia, como concepção, projeto e sua produção.

CSO (Chief Science Officer)

O Diretor científico é uma posição de alto nóvel em operações de pesquisa científica em organizações ou em companhias que executam projetos de pesquisa científicos significativos. Ele é responsável por imaginar e desenvolver capacidades de pesquisa (humana, metodológica e tecnológica), para desenvolver evidências da validade e utilidade de produtos de pesquisa e para comunicar com as comunidades científicas e de clientes sobre capacidades e ofertas de produtos científicos.

CKO (Chief Knowledge Officer)

O Diretor de Conhecimento é um líder organizacional, responsável por assegurar que a organização maximize o valor que alcança com o “conhecimento”. O CKO é responsável pela administração do capital intelectual e pelo custo diante das práticas de Gestão do Conhecimento em uma organização. CKO não é apenas uma re-rotulagem do título “CIO” – o papel CKO é muito mais amplo. Eles podem ajudar uma organização a maximizar o retorno do investimento em conhecimento (pessoas, processos e capital intelectual), explorar seus ativos intangíveis (know-how, patentes, relacionamentos com clientes), repetir sucessos, compartilhar melhores práticas, melhorar a inovação e evitar a perda de conhecimento Após uma reestruturação organizacional.

CAO (Chief Accounting Officer)

Em empresas com o foco financeiro não é incomum encontrar o CAO, Diretor de contabilidade ele é um diretor corporativo responsável pela gestão dos riscos financeiros da corporação. Este oficial também é responsável pelo planejamento financeiro e manutenção de registros, bem como relatórios financeiros para a alta administração. Em alguns setores, o CFO também é responsável pela análise dos dados.

CBO (Chief Business Officer)

O Diretor Executivo de Negócios é responsável pela administração, financeiro e operacional da organização, combinando muitas vezes as funções de Diretor Administrativo (CAO), Diretor financeiro (CFO) e Diretor de Operações (COO). Como resultado, o executivo que detém a posição de chefe de negócios, por definição, normalmente possuirá uma gama mais ampla de experiência e um conjunto de habilidades mais extenso do que um indivíduo que atua nessas posições citadas.

CDO (Chief Diversity Officer)

O Diretor de diversidade é o estrategista das ações de diversidade e inclusão social de uma companhia.

CBO (Chief Brand Officer)

Um Diretor de marca é uma posição relativamente nova no nível executivo em uma corporação, empresa, organização ou agência, que geralmente relata ao CEO ou conselho de administração e é responsável pela imagem de uma marca, experiência e promessa. O agente da marca supervisiona marketing, publicidade, design, relações públicas e atendimento ao cliente.

E você encontrou alguma sigla que não coloquei aqui? Comente e atualizo em seguida, até o próximo artigo!

Coimbra, PMP on BehanceCoimbra, PMP on FacebookCoimbra, PMP on LinkedinCoimbra, PMP on Youtube
Coimbra, PMP
Gerente de Projetos, PMO, CEO do portal Projetos e TI, Professor de Pós/MBA e apaixonado por gestão de projetos.
Associado ao PMI
Associado ao IPMA

Deixe seu comentário