Navegando nas águas do gerenciamento de projetos

Olá, refletindo sobre o sucesso de meu último artigo A traição do Gerente de Projetos1, pensei em como gerenciar projetos nos faz navegar por lugares que nunca imaginamos, águas turbulentas, céu de brigadeiro, ilhas paradisíacas e tudo isto sem sair da sala de projeto, me acompanhe nesta viagem, vamos lá?

Tripulação no deque

O capitão chega na ponte de comando e solicita através do rádio a apresentação de todos os membros do navio no convés, inspeção geral!

A tripulação se enfileira e impecavelmente bem vestidos se apresentam para o seu líder, sabem que ali está o homem que devem confiar as suas vidas.

Um a um se apresentam, falando seu nome, área de especialidade, e também um gosto pessoal. Parece uma cerimônia simples, não é?

Quantas vezes realizamos uma reunião de kick off de projeto onde os membros da equipe se apresentam formalmente? Ah mas o time é grande! No mínimo o líder de equipe e seu sénior deveriam se apresentar para o gerente de projeto.

As pessoas são o ativo mais importante do projeto, sem elas aquela peça ou programa de USD 1 milhão não vai funcionar ou chegar até o local planejado.

Destrancar o navio

Iniciamos a jornada que pode levar alguns dias, semanas e anos! Com a certeza de que a mesma chegará ao seu destino ou seja a entrega do projeto!

É normal que nos primeiros dias a tripulação se sinta pressionada a mostrar serviço, porém eles ainda não compreendem que tipo de águas vão navegar! Isto gera uma tensão no ar!

Momentos que antecedem o levantamento de requisitos ou detalhamento de fases importantes do projeto! Olho no olho com o cliente que é o passageiro do navio e deseja ser bem atendido!

Aqui começamos a ouvir aqueles ruídos de corredor:” O cliente da cabine 12 é chato pra c…..”. Os líderes mais experientes vão educar sua equipe para aceitar as diferenças de opinião e personalidade.

Para o gerenciamento do projeto é um momento importante para mapear aqueles stakeholders que influenciam de fato o resultado. Sabe aquele pessoal que nunca entra na lista oficial, porém se der merda a pessoa liga para o presidente? Anote seus nomes e procure estreitar os relacionamentos, isto vai fazer diferença no futuro.

9 semanas e meia em alto mar

Algumas viagens podem parecer mais longas do que o planejado! O convívio diário e a rotina podem quebrar a moral da tripulação!

A tensão entre os tripulantes do navio e o cliente podem aumentar e o que seriam períodos tranquilos de teste e ajustes se tornam um pesadelo.

Não é difícil o Capitão receber cartas de pedidos de baixa da tripulação! Um oficial de deque que está estressado ou um engenheiro que deseja abandonar o navio.

O gerente de projeto experiente mapeia essas situações e ficar atento aos movimentos de turnover da equipe, para evitar as surpresas ou gerenciar as crises.

Lidando com o imprevisto

“O mapa não é o território” Korzybski.

Mesmo com a rota planejada, com a utilização de um cronograma, sabemos que imprevistos acontecem.

Faltou algo, e agora? Senta e chora! Querido leitor isto foi uma brincadeira, guarde os lenços, por favor!

Assim como toda atividade humana é necessário que o gerente de projeto, assim com um capitão de navio, seja calmo e objetivo durante situações adversas.

Este comportamento transmite segurança para a equipe e somando-se a um plano de ação compartilhado com os stakeholders é possível minimizar falhas e colocar o barco em seu curso novamente.

Suba e faça baixar a âncora

Após longas semanas em alto mar, convivendo com a tripulação e os clientes, enfim o navio chega ao seu destino.

Aqui o gerente de projetos entrega a chave do empreendimento, coloca o software em produção, ativa o datacenter…

É o marco de entrega do projeto! Go Live!

Após as festividades vale a pena fazer a reunião de lições aprendidas, é rápido e você pode agregar essas experiências para outros projetos.

Obrigado e até o próximo artigo,

FB

Referências

  1. Artigo na TI Especialistas   

Comentários

comentarios

Fabio Bahia
Gerente de Projetos na Infosys
Sou um humano em busca da excelência nos relacionamentos humanos, pai de 4 filhos, surfista, graduado em administração, pós em engenharia de software, MBA em gestão e negócios e MBA em qualidade no gerenciamento de projetos ISO10006.