Projeto

Gerencie suas atitudes e alcance a todos de forma impactante

Recentemente li uma matéria na revista Mundo PM (Edição de Out/Nov. 2010) intitulada Inteligência emocional para gerente de projetos, muitos fatores me despertaram certa curiosidade, então resolvi me inteirar mais sobre o tema e verificar como isso pode afetar meu gerenciamento e meu aprendizado.  Definição de Inteligência Emocional: “É a capacidade de monitorar seus próprios sentimentos e os dos outros, fazendo a distinção entre eles e usando essa informação para orientar o pensamento e a ação de uma pessoa.1. Segundo o psicólogo americano  Daniel Goleman, autor do Best-seller “Inteligência Emocional: a teoria revolucionaria que define o que é ser inteligente”, a inteligência emocional pode ser caracterizada pelas cinco habilidades abaixo:

Auto-Conhecimento Emocional – Reconhecer as próprias emoções e sentimentos quando ocorrem;

Controle Emocional – Lidar com os próprios sentimentos, adequando-os a cada situação vivida;

Auto-Motivação – Dirigir as emoções a serviço de um objetivo ou realização pessoal;

Reconhecimento de emoções em outras pessoas – Reconhecer emoções no outro e empatia de sentimentos;

Habilidade em relacionamentos interpessoais – Interação com outros indivíduos utilizando competências sociais. Em minha opinião tudo isso converge na tentativa de gerenciar suas possíveis reações baseado nos estímulos internos e externos. Focar no autoconhecimento, visando obter o controle emocional que se espera de nos enquanto ponto focal do projeto é também potencializar nossas relações interpessoais.

Muitas vezes nos vemos diante de uma dificuldade com a equipe do projeto, controlar suas atitudes e reações faz toda a diferença no resultado final. Articular situações conflitantes entre membros da equipe, conversar com algum integrante insatisfeito com sua colaboração ou a colaboração de terceiros no projeto, tudo isso faz parte do nosso trabalho, separei alguns pontos que podem nos ajudar a diminuir o impacto nos projetos em que trabalhamos se focarmos na inteligência emocional: Construir a confiança com os membros da equipe. Ser claro com o que se espera de cada membro. Deixar o canal de comunicação sempre disponível. Ser transparente com os patrocinadores do projeto. Acompanhar diariamente o progresso da equipe. Gostaria de frisar uma frase que escutei muitas vezes na minha infância que diz o seguinte: Quem semeia vento, colhe tempestade. Precisamos ser mais atentos com o que acontece ao nosso redor e com a nossa reação diante dos desafios e dificuldades, você não precisa colher uma tempestade, basta ser mais atento com o que cultiva e potencializar a sua inteligência emocional administrando as suas reações. Grande Abraço Juarez Guimarães

  1. MERSINO, 2009, p.17  
Juarez Guimarães

Deixe uma resposta